Arquivo da categoria: Opinião

Ana Paula é desclassificada do BBB16

E eu com isso? Honestamente eu desconheço a pessoa e estou totalmente por fora do “Big Bosta Brasil” desde sempre!

Você conecta as redes sociais e só se fala nessa mulher, só se fala em BBB e eu faço a seguinte pergunta: Que contribuição cultural, social ou pelo menos artística traz esse programa e essa pessoa?

Continue lendo Ana Paula é desclassificada do BBB16

João Salame, os professores, política e etc.

Fica cada dia mais tenso a “queda de braço” entre a Prefeitura Municipal de Marabá e os professores da rede municipal de educação.

Desde que o prefeito declarou em dezembro passado que irá mexer no plano de carreira dos educadores, a mobilização da classe foi imediata e tem sido avassaladora. Inclusive em uma das ocupações desta semana, um agente da guarda municipal teria atingido um professor com spray de pimenta, o que gerou revolta e obrigou a Guarda Municipal de Marabá emitir ofício repudiando a atitude do servidor (Veja documento abaixo).

Continue lendo João Salame, os professores, política e etc.

Sobre a “dívida histórica”

brancanegro-600x338Muito se fala e existe uma polêmica que envolve uma “dívida histórica” entre negros e brancos.

No mundo inteiro é possível ver a luta, a discriminação e o desprezo em relação a cor, e diga-se de passagem, não somente de brancos para com negros, como ao contrário também. Pessoas de mentes tacanhas que acreditam que a cor da pele determina o caráter ou é sinônimo para algum tipo de diferencial.

É fato que os brancos, a maioria, não todos, estão em patamar superior em relação aos negros em questões econômicas. É fato que os negros na sua maioria, pelo menos no Brasil, são os mais pobres e marginalizados. Apesar dos fatos, gostaria de fazer algumas perguntas: É culpa do meu “irmão branco” se eu sou pobre? É culpa do meu “irmão branco” se eu não estou em um patamar social privilegiado? Como ele é culpado pela “dívida” se é meu contemporâneo? Posso culpá-lo pelo que nossos antepassados fizeram?

Continue lendo Sobre a “dívida histórica”

Cinco filmes que eu não perco em 2016

2016-Film-Preview-612x253Esse ano de 2016 os cinemas vem recheados de muitos e bons filmes. Abaixo vou citar 5 deles que não vou perder:

1 – Independence Day: O Ressurgimento

Depois do sucesso do primeiro filme, o filme 2 promete vir com tudo.

Sinopse: Nós sempre soubemos que eles voltariam. Depois de Independence Day redefinir o gênero de filmes de desastres, o próximo épico capítulo leva a uma catástrofe global em escala inimaginável. Usando a tecnologia alienígena recuperada, as nações da Terra têm colaborado em um programa de defesa imenso para proteger o planeta. Mas nada pode nos preparar para a força avançada e sem precedentes dos alienígenas. Somente a ingenuidade de alguns valentes homens e mulheres pode trazer nosso mundo de volta da beira da extinção.

Continue lendo Cinco filmes que eu não perco em 2016

Os 10 melhores filmes (seriados) sobre extraterrestre que assisti até agora

Extraterrestre1Primeiramente quero deixar claro que o tema não tem nada a ver com minhas crenças ou convicções, simplesmente é um tipo de filme/série que curto assistir. Somente entretenimento!

Pois bem, como dito no título, são filmes/séries que assisti até agora e que pra mim são os melhores. É uma opinião. De repente você tenha assistido ou esteja assistindo outros e ache melhor ou discorde da minha lista… Enfim! É só minha humilde opinião.

Continue lendo Os 10 melhores filmes (seriados) sobre extraterrestre que assisti até agora

Exercite seu livre pensamento!

12552911_965336383501433_1241849758038891415_n

Essa imagem com essas palavras traduzem exatamente o que pensei ao assistir o filme “Star Wars – O Despertar da Força”. Finn desde criança foi doutrinado a “matar geral” em nome de Vader e em uma expedição repensou sobre o que estava sendo feito ali. Não achou correto matar sem saber o porquê e decidiu abandonar o seu posto.

Isso é interessante para nossa reflexão. Somos de diversas maneiras doutrinados a seguirmos determinadas tendências ou orientações sem sabermos sequer a razão de tudo isso. Dessa maneira, somos apenas repetidores e não pensamos sobre nossas ações. Digo isso no âmbito religioso, social e até cultural.

Para ilustrar isso também, trago um fato curioso que me ocorreu quando trabalhava de assistente administrativo pelo Estado. Uma senhora, já antiga servidora pública, me ensinou a imprimir determinados relatórios somente no tipo de papel ofício, alegando que não poderia ser feito no papel A4. Conhecedor da tecnologia e que o computador era capaz de imprimir, mesmo que configurado em ofício, páginas em A4. Foi o que fiz. Moral da história: Levava os relatórios em papel A4 e não houve reclamação. Muito pelo contrário, elogios.

Essa minha pequena experiência mostra que temos sim que ouvir as pessoas, os grupos, porém, temos que ter o nosso próprio raciocínio e visão de mundo e não somente repetir o que já está aí.

Quer uma dica? Exercite seu livre pensamento! Não deixe que as pessoas ou grupos te molde sem que você tenha o mínimo de senso crítico.

“Para descobrir quem manda em você, descubra quem você não pode criticar”  Voltaire

O jogo sujo da política

Todo ano eleitoral é a mesma coisa… Quem nunca fez nada em três anos aparece cheio de trabalhos realizados e realizando, começam aparecer denúncias às vezes desconhecidas ou engavetadas, adversários atacando um ao outro, entre outras coisas.
 
O medo dos políticos de perderem o poder ou de não alcançá-lo levam eles ao desespero total e a um show de falta de ética e mentiras.

Continue lendo O jogo sujo da política